XII Concondsef: Unificar para combater os desmandos do governo golpista

site2Cuiabá sediou entre os dias 3 e 8 de dezembro, o XII Concondsef, principal instância deliberativa dos servidores federais, que reúne cerca de 80% do Executivo Federal. Nos cinco dias na capital mato-grossense foram discutidos a conjuntura nacional e temas que preocupam os servidores, como a PEC 55. A Reforma da Previdência passa a ser também um desafio, que ataca direitos legítimos da classe trabalhadora. Na abertura, o professor de música da UFMT Abel dy Anjos, com sua viola de cocho, tocou várias canções da MPB, músicas regionais e também o Hino Nacional Brasileiro que foi acompanhado por mais de 1.500 delegados de todo o país.Leia Mais…

XII Concondsef: Unificar para defender nossos direitos

05-12-arte-xii-congresso_siteCom o tema “Preservar a unidade e a democracia. Nenhum direito a menos”, será realizado em Cuiabá, entre os dias 3 e 8 de dezembro, o XII Concondsef, que acontece de 3 em 3 anos, onde a maioria do Executivo Federal se reúnem para debater os rumos da categoria. Cerca de 1.500 delegados eleitos em todo o país participam do evento. O momento é propício para os trabalhadores debaterem ações em defesa de seus direitos que estão sendo vilipendiados pelo governo golpista de Michel Temer. A Confederação representa 80% dos servidores ativos. Leia Mais…

XI ConSindsep: Fora Temer e nenhum direito a menos!

23-11-congresso

 

Fora Temer! Essas duas palavras foram consensos e bradadas várias vezes durante o XI ConSindsep, realizado nos dias 15 a 19/11, no Hotel Mato Grosso Águas Quentes, com a participação de delegados eleitos em assembleia de base de todo Estado e convidados. Os ataques do governo golpista contra o povo brasileiro já está sendo comparado ao da ditadura militar. A Constituição de 1988 está sendo violentada principalmente com a PEC 241, hoje PEC 55 que está para ser aprovado no Senado. Mas nossos congressistas disseram NÃO aos golpistas!  Leia Mais…

Maioria das assembleias aprova proposta Fenaban e encerra greve

Bancários também avaliaram e acordos específicos do BB e da Caixa

Seguindo orientação do Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, a grande maioria das assembleias realizadas, nesta quinta-feira (6), em todo o País aprovou a proposta da Fenaban e os acordos específicos do Banco do Brasil e da Caixa, encerrando a greve de 31 dias. Leia Mais…

Fenaban mantém 7% de reajuste, abono de R$ 3,5 mil e Comando Nacional rejeita proposta

Foram mais dois dias de negociação à espera de uma proposta que valorize os bancários, só que novamente a Fenaban optou por desrespeitar a categoria. O acordo de dois anos proposto nesta quarta-feira (28) pelos bancos mantém os 7% de reajuste nos salários e abono de R$ 3,5 mil, agora em 2016, e reposição da inflação, mais 0,5% de aumento real, em 2017. O Comando Nacional dos Bancários rejeitou a proposta na própria mesa de negociação, por considerar insuficiente, com perdas para os trabalhadores e orienta que os sindicatos realizem assembleias em suas bases, na próxima segunda-feira (3 de outubro), para debater e organizar os rumos do movimento. Leia Mais…

GREVE: Bancários protestam contra a proposta dos banqueiros

“Abono é uma ilusão e significa arrocho salarial”,  afirmou o presidente do Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (SEEB-MT), Clodoaldo Barbosa, no café da manhã, realizado nesta segunda (19.09) na porta do Bradesco em Cuiabá. Os bancários serviram banana no café da manhã, para simbolizar que os banqueiros estão dando “banana” para a população e para os trabalhadores. Leia Mais…

Bancários entram em greve a partir do dia 6 em todo o país

Os bancários de diversos estados recusaram em assembleia na noite de ontem (1º) a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e decidiram entrar em greve nacional a partir do dia 6 de setembro. A informação foi divulgada nos sites da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) e da Conderação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito (Contec). Leia Mais…