Trajetórias alternativas à ‘crise política’ e o debate da esquerda

O crescimento econômico resultante da produção aumentada da Economia Solidária será, sem coerção e com solidariedade, o desenvolvimento que queremos.

Por Renato Dagnino / Carta Maior

 

No final do artigo “Margem de lucro, taxa de lucro e ‘crise política'”, publicado aqui no último dia 13, que foi acertadamente epigrafado com “Mesmo que a margem de lucro esteja aumentando, a classe empresarial, ao sentir que sua taxa de lucro futura está ameaçada, boicota a ordem econômica”, mencionei que havia analisado trajetórias alternativas àquela que a direita vem construindo. Leia Mais…

Homem da ditadura, presidente da CBF recebe como anistiado político

Apesar de ter sido comandante militar e prefeito biônico no Pará, Coronel Nunes recebe até hoje mesada como perseguido pelo regime

por Lúcio de Castro

Após deixar a FAB, Antonio Carlos Nunes de Lima ingressou na Polícia Militar do Pará. Foto: Divulgação/Federação Paraense de Futebol
Após deixar a FAB, Antonio Carlos Nunes de Lima ingressou na Polícia Militar do Pará. Foto: Divulgação/Federação Paraense de Futebol

Homem de confiança do regime militar durante os anos da ditadura, o novo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) recebe um soldo mensal de R$ 14.768,00 da Força Aérea Brasileira (FAB) como anistiado, “vítima de ato de exceção de motivação política”. Leia Mais…

Depois de morto, Gushiken derrota Veja: o caso das falsas contas no exterior

O Judiciário adotou expressão precisa e elegante para descrever o que faz a revista da família Civita: “falácias de doer na retina”

 

Por Rodrigo Vianna (rodrigovianna.com.br)

 

“A Veja dá a entender que não eram fantasiosas as contas no exterior. E não oferece um único indício digno de confiança. Infere, da identidade dos acusadores e dos interesses em jogo, a verdade do conteúdo do documento. A falácia é de doer na retina” (trecho da sentença que condenou “Veja” no TJ-SP).Leia Mais…

Zé Celso alerta: Oficina e Bixiga ameaçados em SP

Grupo Silvio Santos tenta erguer torres de cimento no terreno do teatro; e prefeitura leiloa baixos do viaduto em frente. Todo Espaço Urbano será entregue ao Capital?

 

Há 58 anos o Teat(r)o Oficina cultiva a cultura no número 520 da rua Jaceguay, no Bairro do Bixiga y seu entorno. Há 34 anos lutamos contra o massacre predatório da especulação imobiliária no bairro, baixado, incorporado, no capital do grupo Sisan, empreendimento imobiliário – braço armado da especulação imobiliária do grupo Silvio Santos. Leia Mais…

Programas policialescos não podem ter carta branca para violar direitos

 O Ministério Público Federal em São Paulo ajuizou ação civil pública contra a Record e a União em decorrência de violações de direitos no programa “Cidade Alerta”. Estudo aponta que programas policialescos violam cotidianamente 12 leis brasileiras e 7 tratados multilaterais.

Charge: Junião

Por Helena Martins (*), especial para a Ponte Jornalismo

“Atira, meu filho; é bandido”. Essa foi uma das frases proferidas por Marcelo Rezende, do programa Cidade Alerta, da Rede Record, ao transmitir, ao vivo, uma perseguição policial a dois homens que seriam suspeitos de roubo. A ação culminou com um tiro disparado à queima roupa pelo integrante da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam) da Polícia Militar de São Paulo contra aqueles que, repetidas vezes, foram chamados de “bandidos”, “marginais” e “criminosos” pelo apresentador. Leia Mais…

A mídia à beira de um ataque de nervos

Como a ascensão de candidatos e ideias à esquerda faz os conservadores perderem as estribeiras. Estudo dos casos inglês e norte-americano.

Por Glenn Greenwald, no The Intercept | Tradução: Antonio Martins

A elite política e a mídia britânica perderam pouco a pouco a cabeça, após a eleição de Jeremy Corbyn para a liderança do Partido Trabalhista – e ainda não parecem capazes de se recuperar. Nos Estados Unidos, Bernie Sanders é bem menos radical; os dois não estão sequer na mesma constelação política. Mas, especialmente em temas econômicos, Sanders é um crítico mais robusto e sistêmico do que os centros do poder oligárquico julgariam tolerável. Sua denúncia contra o controle da vida política pelas corporações é uma ameaça grave. Por isso, ele é visto como a versão norte-americana do extremismo de esquerda e uma ameaça ao poder do establishment.Leia Mais…

Escritores de todo o mundo protestam contra sentença de morte de poeta

Ashraf Fayadh, poeta condenado à morte na Arábia Saudita.
Ashraf Fayadh, poeta condenado à morte na Arábia Saudita.

Centenas de escritores juntaram-se numa ação de protesto a nível mundial para apoiar o poeta Ashraf Fayadh, condenado à morte na Arábia Saudita, por ter renunciado ao islão. A ação consistiu em leituras públicas de poemas de Fayadh e fez parte de uma campanha organizada pelo Festival Internacional de Literatura de Berlim, de acordo com o diário The Guardian. O objetivo da campanha foi pressionar os governos dos Estados Unidos e do Reino Unido para que intercedam a seu favor, impedido que as autoridades sauditas cumpram a pena.

Leia Mais…

Proposta de Ensino Integral causa descontentamento na comunidade escolar

Os trabalhadores e trabalhadoras de todo o Estado foram surpreendidos/as com a informação veiculada pela mídia de que a Secretaria de Estado de Educação implantará, a partir do início do ano letivo de 2016, na rede estadual, um projeto de “Ensino” em Tempo Integral. Apesar de reivindicação histórica dos educadores, o modelo apresentado no período de férias da categoria em nada se assemelha com a Escola de Educação e Tempo Integral proposta pelos educadores e asseguradas na Lei do Sistema desde a década de 90.Leia Mais…

Microcefalia: a República cala e permite a imolação das grávidas

Como esperado, já que as interdições ao aborto nunca impediram a sua realização, parece que só mulheres pobres estão tendo bebês com microcefalia. Quem pode pagar R$ 5.000 pratica desobediência civil e aborta entre o pecado e o crime.

O Brasil possui uma das leis sobre aborto mais restritivas do mundo, com três permissivos legais: gravidez pós-estupro, em caso de risco de vida da gestante (1940) e  (2004).Leia Mais…

Insegurança nas agências bancárias aumentou em 23% em Mato Grosso

A insegurança nas agências bancárias é uma preocupação constante para o Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (SEEB/MT). A situação afeta a categoria, clientes e usuários do sistema financeiro. Mas, os bancos não estão preocupados com a questão e não investem o suficiente, além disso, muitos desrespeitam a legislação de segurança bancária.Leia Mais…