OABMT: Desagravo é realizado em frente ao Comando-Geral da PM

“Sob sol ou sob chuva, a Ordem bradará que o advogado é essencial e vai estar sempre na defesa de suas prerrogativas. A Ordem não concorda, não aceita, não permite, não tolera atitudes que violem as prerrogativas dos advogados”. Esta foi a afirmação do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OABMT), Leonardo Pio da Silva Campos, durante desagravo realizado debaixo de chuva, nesta quinta-feira (18 de fevereiro), em frente ao Comando Geral da Polícia Militar em favor do advogado Faissal Calil, preso por policiais ao tentar defender sua irmã que filmava uma ação dos PMs.  Leia Mais…

Mídia e empreiteiras: sessenta anos de promiscuidade

Num trecho de suas memórias, Samuel Weiner revela como jornais cobravam governantes, em nome de construtoras, e embolsavam 10%. Hoje, tráfico de influência é alimentado por publicidade

Resgatado por Cynara Menezes, em seu blog

O jornalista Samuel Wainer (1910-1980) foi, para quem não conhece a sua trajetória, um dos maiores jornalistas do país. Judeu do bairro do Bom Retiro, em São Paulo, de origem humilde, conseguiu construir seu próprio jornal, o Última Hora, um diário de perfil popular que logo conquistaria tiragens gigantescas, ameaçando o poderio da meia dúzia de famílias que detém o controle da imprensa em nosso país. Claro que os coronéis midiáticos não iriam permitir que um joão-ninguém roubasse seu público, e patrocinaram a destruição do império jornalístico fundado por Wainer com o apoio de Getúlio Vargas.  Leia Mais…

As sete marcas de chocolate que usam trabalho escravo infantil

Crianças de 11 a 16 anos (e por vezes até mais jovens) são submetidas a até 100 horas de trabalhos forçados em fazendas de cacau . Reprodução/documentário
Crianças de 11 a 16 anos (e por vezes até mais jovens) são submetidas a até 100 horas de trabalhos forçados em fazendas de cacau . Reprodução/documentário
“Os espancamentos eram parte da minha vida.” Esse é o depoimento de uma das crianças libertadas das fazendas de cacau que fornecem matéria-prima para empresas como Mars, Nestlé e Hershey. Estas marcas foram acusadas judicialmente, em 2015, de enganar seus consumidores ao afirmar que “sem querer” financiavam o mercado do trabalho escravo infantil do chocolate na África Ocidental.

 

Investigações feitas para a produção do documentário Escravidão: uma investigação global descobriram que crianças entre 11 e 16 anos (algumas vezes até mais novas) são obrigadas a trabalhar em plantações isoladas cerca de 100 horas por semana. Leia Mais…

Fêmea: Corra, Lola, Morra!

“Mas a outra, a viva, não se consumiu em nenhuma chama. Cantou todos os hinos de glória, mesmo que as vitórias nem tivessem tamanho de tão pequenas. Canta loca, ergue as mãos”

Por Fabiane M. Borges/Outras Palavras

Não queria pai nem mãe, queria fratria. Sempre foi fratria e isso foi o impedimento. Nunca quis ser o motivo, o sentido, a direção, o grande gene que por fim vai eternizar a existência de alguém. Esse sentido imposto, depois a decepção. Estruturar um ego, aumentar o super ego, não ter tempo para o ócio, para a conivência. Somente o pacto genético que fundamenta o infinito? Nenhum rodeio.  Leia Mais…

Sintep-MT contesta acusação da Seduc-MT

O Sintep-MT vem a público se manifestar contra as acusações feitas pela Seduc-MT ao divulgar, na mídia estadual, que profissionais da Educação boicotam o início do ano letivo ao não iniciarem às aulas da rede estadual, nesta segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016.

A falta de planejamento e o retrocesso implementado pelo órgão central se apresentam em várias unidades escolares. Em alguns municípios, entre eles os quatro maiores do Estado (Rondonópolis, Várzea Grande, Sinop, Cuiabá), as aulas não começaram ou foram parcialmente iniciadas, porque além da ausência de profissionais, faltam salas de aulas e até mesmo carteiras para receber os estudantes.  Leia Mais…

Quem são os chineses de olho na Amazônia?

Empresa chinesa com rastro de violação de direitos humanos quer construir a usina de São Luiz do Tapajós, a maior polêmica ambiental desde Belo Monte

A derrocada de empresas brasileiras com a Lava Jato, a desvalorização do real e o crédito caro no Brasil abriram espaço para que empresas chinesas galgassem uma participação maior no país. Aproveitando esse contexto, a China Three Gorges se prepara para fazer uma oferta no leilão da usina de São Luiz do Tapajós. Com 6.133 megawatts de potência máxima instalada, custo estimado em R$ 23 bilhões e o licenciamento ambiental mais polêmico desde Belo Monte, a maior hidrelétrica planejada pelo Governo Federal para as próximas décadas pode ser construída por uma empresa chinesa que carrega um lastro de violações de direitos humanos.

Leia Mais…

Ameaças contra Sakamoto são um alerta para jornalistas de todo o Brasil

O jornalista na ONU, em 2015, falando sobre trabalho escravo (Foto: ONU/Divulgação)
O jornalista na ONU, em 2015, falando sobre trabalho escravo (Foto: ONU/Divulgação)

Blogueiro do UOL e líder da ONG Repórter Brasil não é uma vítima isolada entre jornalistas; mas pode ser símbolo de um movimento necessário pela democracia

Por Alceu Luís Castilho (@alceucastilho)

Leonardo Sakamoto costuma encarar as violências verbais de seus leitores com uma dose de humor. Desta vez está sendo impossível. Após ter um texto sobre aposentados distorcido em um arremedo de jornal mineiro, está sofrendo ameaças de morte. “A situação tem piorado bastante”, escreveu, nesta quarta-feira. Os difusores de ódio querem vingança. Não por causa da mentira que foi propagada por pseudoprofissionais. Mas por sua defesa sistemática dos direitos humanos. Leia Mais…

Os equívocos do PT e o sonho de Lula

Durante quatro a cinco décadas houve vigorosa movimentação das bases populares da sociedade discutindo que “Brasil queremos”, diferente daquele que herdamos. Ele deveria nascer de baixo para cima e de dentro para fora, democrático, participativo e libertário. Mas consideremos um pouco os antecedentes histórico-sociais para entendermos por quê esse projeto não conseguiu prosperar.  Leia Mais…

Procon Cuiabá orienta estudantes do Instituto Federal de Mato Grosso

Conhecer os direitos do consumidor, sua aplicabilidade e de que forma isso pode ser útil tanto para a vida profissional e pessoal foram alguns dos aspectos tratados ao longo da palestra realizada pelo Procon Cuiabá aos estudantes do segundo semestre de Técnico em Logística ao Nível Médio, do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT). Na manhã desta quinta-feira (12), o órgão trouxe a temática para dentro da sala de aula, orientando jovens de forma dinâmica e divertida a respeito da responsabilidade de todos em se tratando da relação de consumo.  Leia Mais…

O preso político que expõe o Império

assangeComo uma comissão da ONU desmontou farsa montada para calar Julian Assange e o Wikileaks. Por que EUA, constrangidos, já não podem falar em “liberdade de expressão”

Por John Pilger | Tradução: Vinícius Gomes Melo

Uma das aberrações jurídicas mais épicas de nossa era está sendo desmascarada. O Grupo de Trabalho sobre Detenções Arbitrárias da ONU – o tribunal internacional que analisa e decide se os governos cumprem ou não suas obrigações em matéria de direitos humanos – julgou que Julian Assange está sendo detido ilegalmente pelo Reino Unido e a Suécia. Leia Mais…